Diário de Ourinhos

envie sua pautahoroscopo
Blogueiros

Flávia Vascon

www.diariodeourinhos.com.br/flaviavascon
por Flávia Vascon
nov   201326

Pratique o desapego

Postado em Artigos

Praticar o desapego pressupõe desapegar-se de ideias, conceitos e paradigmas limitantes; não só de pessoas e coisas, principalmente de conteúdos mentais extras que permeiam nossa mente e nos tornam medíocres e limitados.

É necessário renascer a cada instante e para renascer é preciso, aprender a desaprender.

O homem pensa demais e acha q... (continue lendo)

0comentáriosclique e comente

nov   201314

Jogue fora suas amarras

Postado em Artigos

Jogue suas armas, aquele que tem fé não se defende porque sabe que não mais está sujeito às forças opostas.

Aquele que tem fé mostra a verdade, a nudez da sua alma com humildade e consciência.

Aquele que tem fé sabe que Deus é a fonte infinita que faz morada no próprio Ser.

Jogue fora suas defesas, suas justificativas, suas críticas, seu controle, sua superioridade, suas amarras.

Renasça para si mesmo.

Entregue-se para a vida.

Confie que você tem o que você precisa no momento.

Não lute contra a sua realidade, observe, sinta e passe por ela.

Aceite o hoje, o ontem, o outro. Aceite a si mesmo.

Aceite o seu reflexo encoberto pela sombra, aceite a sua verdadeira imagem repleta de luz.

Acredite na Inteligência Divina que se manifesta em você, no outro e em tudo ao seu redor.

Acredite, se alimente de vida e se vista de fé.

Descreditar na vida é desacreditar em si mesmo.

Nem tudo são flores, mas nem tudo são espinhos.

Aventure-se.

Aprofunde-se.

Cada um tem o que merece e o que precisa; tudo de acordo com as leis universais, com as leis da evolução.

Portanto, não tente controlar a vida; ela não foi feita para ser controlada.

A natureza pede entrega e fluidez. É o ego que se agarra ao controle.

Não tente controlar, sintonize-se com o mar da vida e deixe fluir, sem esperar, mas sem desacreditar.

Tudo vem, tudo vai, tudo flui com singular mistério quando a força da vida flui nas veias daquele que se entrega na fé.

Os céus estão abertos lhe chamando para viver!!

Na leveza, na fé, na alegria e no perdão o rio da vida flui inexoravelmente sem desalinhos.

Não há garantias, mas o amor que irradia em nós e de nós, nos leva a crer que o caminho é o da evolução e, por que não colorir com flores o próprio caminho?! Por que não dançar e se aventurar pelo desconhecido?! Por que não se munir de pincéis e lápis coloridos para dar um tom de travessura aos atalhos?!

Por que não Ser, simplesmente Ser...?!

0comentáriosclique e comente

nov   201312

Desburocratize-se

Postado em Artigos

Desburocratize-se.

Desperta hoje e perceba que a vida não é uma guerra, saia do seu mundinho pequeno e flua pelo desconhecido.

Não dê ouvidos às pessoas que espalham boatos sobre um certo campo de batalha chamado Vida.

Não há e nunca houve guerra senão aquela que, às vezes, por pura ignorância, travamos com nós mesmos.

Não fomos ensinados a escalar a montanha e de lá observar, mas é preciso criar coragem e de lá vislumbrar.

Na verdade, observamos e tiramos da "cartola" uma opinião limitada, baseada na miopia espiritual, na incoerência emocional.

Nada é tão complexo como se imagina e de tudo se extrai a mensagem do Divino, a mensagem da Natureza, a mensagem de Deus - como quiser denominar.

A vida fala conosco a todo o tempo, contudo, se não nos dispusermos a nos despir de todas as besteiras que nos foram ensinadas, ficaremos atados no porão do amargor e do vitimismo.

Não me parece coerente que a vida queira que sejamos fracos e dependentes, porquanto, em essência não o somos, apenas nos moldamos assim por conveniência social - esteja você consciente ou não.

Nos pintamos com as cores que melhor nos convém em razão da nossa falta de conhecimento, mas é certo que da caixa de lápis de colorir não se ausenta uma cor sequer. Se optamos por cores mais quentes ou cores mais neutras a responsabilidade é integralmente nossa, ou melhor, do artista.

Muitas pessoas estão condicionadas a culpar o outro por seus possíveis fracassos, ocorre que, além de pura infantilidade, é fato que quem assim age provará do seu próprio veneno - o que é triste, porque bastaria acender a luz da consciência e tomar a responsabilidade da sua própria vida, amando mais, respeitando mais, a si mesmo e aos outros. Mas, como dizem por aí: tudo a seu tempo, por hora, quem tiver olhos para ver: que veja; quem tiver ouvidos para ouvir: que ouça.

Mas por que é tão difícil amar quando mais se precisa amar?

Talvez, porque não há consciência de que dentro de todas as pessoas existe a essência que quer, merece e é capaz de amar sem condições. Enquanto o ego limita e segrega, nos fazendo mesquinhos, sugerindo que carreguemos munições e armamentos de guerra para caminhar por essa estrada chamada Vida, o Divino em nós simplesmente ama e compreende que por trás de todo o fel, habita um ser que, assim como o seu, brilha e irradia grandeza.

Talvez, o mal da humanidade esteja em se julgar fraca demais. Tempos de choro são necessários para valorizarmos a diversidade do ser que pode tender para a luz ou para a ilusão - do ponto da ilusão é preciso experimentar o sabor e escolher melhor, optar pela verdade que é, indiscutivelmente, a sabedoria que a tudo permeia.

0comentáriosclique e comente

jul   20133

A sua realidade é moldada pelas suas crenças

Postado em Artigos

Como você compreende o mundo?

Como você enxerga a si mesmo?

Nossa realidade é moldada pelas nossas crenças, informações que, em sua maioria, são guardadas em nosso inconsciente e que controlam a nossa vida.

A realidade que experimentamos é o resultado das nossas crenças, das historinhas e visões de mundo que acreditamos desde a infância.

Nós somos bombardeados de informações, nosso cérebro recebe cerca de 4 bilhões de impulsos nervosos por segundo, mas nossa mente consciente faz a filtragem dessas informações conforme a nossa percepção, o nosso sistema de crenças.

Você acredita que enxerga a realidade tal qual como ela é?

E se eu lhe disser que não, que a sua visão de si mesmo e da vida é o resultado das informações programadas no seu inconsciente?!

Nós herdamos uma carga elevada de crenças dos nossos pais e do meio em que vivemos. É comum escolhermos inconscientemente nos relacionar com pessoas que tenham comportamentos similares aos de nossos pais ou, por medo, boicotar nossos relacionamentos para não sofrer o que nossos pais sofreram ou ainda, exigir demasiada atenção e carinho do(a) companheiro(a) porque na infância não fora dada a atenção almejada. Enfim, existem muitas variáveis, ocorre que uma coisa é certa, muitas vezes vivemos num círculo vicioso, tendo as mesmas experiências porque nossas crenças projetam e constroem a nossa realidade exterior.

Se acredita ser incapaz de ser amado, isso quer dizer, se SENTE indigno de ser amado e valorizado, assim será a sua realidade e, seus relacionamentos, sejam eles em quais áreas forem, reforçarão essa crença.

Se acredita que ser pobre é ser humilde, fique sabendo que você está boicotando o canal da provisão.

Se acredita que viver é matar um leão por dia, sinto em lhe dizer, mas sua vida será recheada de dificuldades.

Se você acredita que não pode, não consegue ou não merece - assim será a sua realidade.

É comum eventos do passado ditarem e conduzirem os eventos presentes. Situações passadas em que experimentamos fortes emoções e que demos o significado negativo determinam a condução das nossas experiências presentes, amarrando-nos emocionalmente ao limbo que vivenciamos outrora. Em outras palavras, a situação atual acessa a memória passada e faz com que o nosso resultado seja o mesmo de outrora.

Experiências + emoções geram CRENÇAS e essas crenças conduzem a sua vida, fazem seus relacionamentos serem malsucedidos, seus projetos serem abandonados, seu corpo e sua mente serem tomados por doenças físicas e emocionais.

Se você pensa que é um derrotado, você será derrota.

Se você pensa que é um sucesso, você será a própria expressão do sucesso, dotado de individualidade e propósito.

Somos co-criadores. Criamos o céu e o inferno. Nossa mente pode ser programada para o sucesso ou para o fracasso.

Qual o significado que você atribui às experiências da sua vida? Positivo ou negativo?

Saiba que o significado que você atribui as suas experiências determinam os seus comportamentos e os seus resultados.

A PNL (Programação Neurolinguística) tem como fundamento o mundo dos significados que depende das crenças, valores e princípios, vale dizer que nós somos um computador biológico e que nosso comportamento e nossos resultados dependem da nossa percepção (consciente e inconsciente).

A maior verdade um dia já foi dita: "Seja-te feito conforme creste."

Mas é claro, não temos consciência de todas as nossas crenças, porquanto, a maioria delas estão escondidas no inconsciente, contudo, basta observar a nossa realidade e os nossos pensamentos para compreendermos o nosso padrão de crenças.

Nas profundezas do nosso ser encontra-se a nossa verdade.

Não se perca na superfície do seu ser; a alguns níveis abaixo da superfície encontra-se todas as informações e todos os recursos.

Conhecer a si mesmo é ter consciência das várias facetas do próprio ser, observá-las e compreendê-las, tirando-as do porão do inconsciente para que elas não ajam como ditadoras tiranas do nosso destino.

Observe a sua realidade exterior, ela é o reflexo da sua realidade interior, a realidade que talvez, você queira esconder de si mesmo.

Não negligencie mais a própria evolução, você merece compreender que por baixo de todas as crenças, de todas as cascas, existe um ser dotado da mais alta sabedoria, amor, abundância, alegria e capacidade infinita. Não permita que a sua mente calcada em crenças errôneas construa e controle, tendenciosamente, o rumo do seu destino.

Desfaça-se daquilo que não contribui para sua LIDERANÇA interior. Chegou o momento de buscar a si mesmo.

0comentáriosclique e comente

mai   201329

Você ainda acredita ser vítima das circunstâncias?

Postado em Artigos

Não podemos mais perder tempo em nos considerar como vítimas do mundo, vítimas das circunstâncias, vítimas da vida.

O sentimento de vítima nos impregna de mesquinhez.

É muito pobre acreditar em vítimas e algozes. Ao observar atentamente a si mesmo, ficará claro que existe a lei da auto-responsabilidade, a vida traz exatamente a energia que você emite fundamentada nas crenças guardadas no seu consciente e inconsciente.

Rotular-se como vítima de qualquer situação é o mesmo que abrir mão do próprio Poder.

Sim, nós temos o Poder.

Existem variáveis do conceito de Poder, dentre elas, a conotação negativa e a positiva.

Geralmente quando nos referimos ao Poder, atrelamos a ideia de abuso da força, contudo, a verdade é que essa é tão-somente uma força distorcida da verdade sobre o Poder.

Note-se que o Poder quando exercido pelo ego humano não é um Poder propriamente dito, é uma fragilidade e, fragilidade, é antagônica à ideia de Poder.

Em verdade, o Poder está na essência do homem, que é a única verdade que existe. As crenças limitantes que constroem nossas máscaras ao longo da vida não definem quem somos nós.

Nossa verdadeira natureza transcende, ultrapassa toda a nossa fragilidade e sofrimento.

Nossa realidade é eterna e indestrutível.

Nossa realidade é força e Poder.

Contudo, a menos que você desperte do sono dos vivos-mortos, que chacoalhe suas crenças para olhar a vida pelo olhar da consciência espiritual, continuará se permitindo afundar nas incoerências criadas pela própria mente e sofridas pela própria mente.

O Poder Interior entra em ação quando corpo, mente e alma estão alinhados e a Vida colabora para isso, traz inúmeras situações de modo a despertar o manancial espiritual inerente à natureza dos seres.

Nosso Eu Verdadeiro nada sofre, nada teme, é apenas a nossa mente quem cria sofrimentos e teme desgraças porque absorveu conceitos limitantes da família e da sociedade em si.

Temos tanto Poder e ao mesmo tempo desperdiçamos tanto Poder por não enxergá-lo e não saber usá-lo.

Somos fortes quando observamos as nossas fraquezas e incoerências sem nos identificarmos com elas.

Nosso ego herdado pela Inconsciência Coletiva tem o objetivo de nos defender e não de nos prejudicar, contudo, o ego é frágil, mesquinho e medroso e, desta forma, ao negligenciar a nossa melhor parte, a nossa ESSÊNCIA DIVINA, nós passamos a julgar o nosso Ego e tratá-lo como um inimigo. A partir desse momento, o Ego, por se sentir ameaçado e desprovido de amor, nos boicotará em diversas situações, seja nos relacionamentos amorosos, familiares, profissionais e, em diversas situações.

O verdadeiro Poder está em abraçar as próprias limitações, os próprios medos para levar luz à escuridão.

Todas as nossas partes merecem ser tratadas com amor, paciência e aceitação.

O ego cresce em nós quando nos criticamos.

Saliente-se que autocrítica se difere de auto-análise; quem analisa não julga. Julgar é alimentar o ego, é colocar-se inconscientemente ou não, em comparação com um padrão que você acredita ser melhor. Entretanto, o padrão é criado pela mente coletiva, pode ser que o que acreditamos que seja certo aqui, não o seja em outro país por exemplo, ou, o que é certo hoje, pode não ser amanhã. Tudo é muito fluídico, mas a mente humana dá seu toque de rigidez e, paulatinamente, concretiza a alma dos seres.

Por isso, abra a mente, tome doses cavalares de humildade para reconhecer as fraquezas do seu ego e o Poder do seu espírito.

O nosso Verdadeiro Eu é poderoso porque nada tem a ver com a matéria, é uma força que emana do coração e pode ser sentida a quilômetros de distância, afinal, a força eletromagnética do coração é infinitamente superior a qualquer aparente força construída pelo ego.

A nossa verdade está sempre nos fazendo enxergar a nós mesmos no outro, projetando no mundo da matéria as nossas incoerências e nossas virtudes inconscientemente rejeitadas por nós mesmos.

Por isso, não existe e jamais existiu vítimas ou algozes, tudo é seguido pela lei mental, a lei da atração, nossas crenças adormecidas no inconsciente controlam as nossas vidas e, até o momento em que optarmos por transformar a nossa realidade, nos sujeitaremos aos mandos e desmandos das crendices que nós mesmos alimentamos.

A verdade absoluta é o AMOR, eu sou o AMOR, você é o AMOR. Enxergue-se como tal, sinta-se como tal. Só o que pode ser reconhecido pode ser expressado. Aceitar e sentir o AMOR é o antídoto para qualquer realidade indesejada, seja ela interior ou exterior.

Saia da mesquinhez interior, busque o seu lugar ao sol. Invista na pessoa mais importante: você.

0comentáriosclique e comente

12

Diário de Ourinhos